quinta-feira, 24 de junho de 2010

VLT de Santos terá seis estações


22/06/2010 - A Tribuna - SP

O Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) que cortará Santos, do José Menino ao Macuco, contará seis estações de embarque e desembarque de passageiros. Os pontos já estão definidos em um esboço em poder da Prefeitura e integram os estudos que visam a permuta de área do Município com outra do Estado.

Quatro das seis estações ficarão ao longo da Av. Francisco Glicério. Ainda fora da via, a primeira delas atenderá ao fluxo próximo ao Orquidário Municipal, entre as ruas Alfredo Ximenes e Gaspar Ricardo.
As estações seguintes, já na Francisco Glicério, ficarão na altura das avenidas Pinheiro Machado (Canal 1); Bernardino de Campo (Canal 2); Ana Costa e Conselheiro Nébias.

O sexto e último ponto de embarque e desembarque do VLT no Município ficará próximo ao cruzamento com a Rua 28 de Setembro, no Macuco, nas proximidades do campus do Centro Universitário Lusíada (Unilus). No local, a linha férrea passa entre imóveis, depois que deixa as margens da Francisco Glicério, em direção ao Porto de Santos.
De acordo com o presidente da CET, Rogério Crantschaninov, haverá ainda o terminal dos trens, uma área para manobras próxima a Rua João Guerra, também no Macuco, onde será instalado o Centro de Controle Operacional (CCO).

A ideia é lançar o edital de concorrência do Sistema Integrado Metropolitano (SIM) ainda neste ano. Antes, o projeto de permuta de áreas entre Estado e Prefeitura deverá ser submetido à Câmara.
Conforme Crantschaninov, o SIM deverá extinguir 100 linhas de ônibus intermunicipais, ou 23% do total. O preço da tarifa deverá ser o mesmo do VLT e será possível integrar os dois modais. Entretanto, não haverá terminais exclusivos com este fim, sendo necessário o usuário recorrer a pontos de ônibus próximos às estações de embarque dos trens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário